Einstein entre caneta e papel. Os manuscritos do pai da relatividade

Ame a terra de Jesus

02 Março 2016

Na Universidade Hebraica de Jerusalém, milhares de documentos assinados por Albert Einstein, entre os quais o documento no qual ele expôs a Teoria da Relatividade Geral que revolucionou a física moderna.

http://cmc-terrasanta.com/embed/einstein-entre-caneta-e-papel-os-manuscritos-do-pai-da-relatividade-10355

Escrito a caneta no papel, com algumas correções e somente alguns techos copiados, rigorosamente feito à mão. É o manuscrito da Teoria da Relatividade Geral, elaborada por Albert Einstein e apresentada em Berlim em 1915.
O texto, em que é formulada uma das teorias físicas mais revolucionárias e decisivas de todos os tempos, é conservado na Universidade Hebraica de Jerusalém, da qual o próprio Einstein foi um dos fundadores.

RONI GROSS
Responsável dos Arquivos de Albert Einstein

“É um documento de 46 páginas. Em primeiro lugar, está escrito em alemão, como todos os documentos de Einstein e se chama Teoria da Relatividade Geral.
Esta é a página mais crucial para a Teoria da Gravitação, em particular, se trata da equação número 52. Esta é a equação na qual se baseia o entendimento das ondas gravitacionais”.

São as ondas gravitacionais as protagonistas do panorama científico nas últimas semanas.
Os físicos estavam convencidos de que deviam existir, porque viam os efeitos, mas é de 11 de fevereiro de 2016, em Washington DC o anúncio de serem capazes de detectar, pela primeira vez na história, abrindo novos excitantes cenários para o conhecimento do universo e da realidade toda.

RONI GROSS
Responsável dos Arquivos de Albert Einstein

“O fascinante é que a humanidade levou cem anos para conseguir compreender o modo como medir essas ondas e ter condições de fazer isso concretamente. Einstein entendeu isso apenas usando caneta e papel, por isso estamos todos admirados diante da sua habilidade”.

Com mais de 80 mil documentos, das cartas particulares ao telegrama recebido em 1922 anunciando a vitória do prêmio Nobel, às primeiras publicações científicas, até a transcrição de discursos e fotografias… o arquivo da Universidade Hebraica representa o maior acervo do mundo dedicado ao Pai da Relatividade.
Aqui é possível perceber vários aspectos da pessoa de Einstein. O primeiro entre todos é sua curiosidade e seu contínuo questionar-se sobre o significado existencial da realidade.

RONI GROSS
Responsável dos Arquivos de Albert Einstein

“Se você é um pesquisador e mergulha no tecido do universo, vai ver coisas que não param de questionar você. Assim era Einstein”.

«Você acha surpreendente que eu pense na compreensibilidade do mundo em termos de milagre ou de eterno mistério?». A pergunta que fazia Einstein ressoa ainda hoje… justamente no momento em que nos encontramos à beira de uma nova aventura de conhecimento e descobertas.

© Christian Media Center 2016

Annunci

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione / Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione / Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione / Modifica )

Google+ photo

Stai commentando usando il tuo account Google+. Chiudi sessione / Modifica )

Connessione a %s...